Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça. Ou quase isso...

Parafraseando Glauber Rocha:"Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça". Ou quase isso.../Desde Fevereiro de 2015.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

PROJETO QUE VISA ATRAIR TURISTAS PARA CHAPADA DO NORTE, MINAS NOVAS E BERILO COMEÇA Á APRESENTAR SEUS PRIMEIROS FRUTOS

O trabalho desenvolvido desde o ano de 2011 pela Redetur (Rede de Apoio Integrado ao Turismo)- “O turismo como geração de renda no Médio Jequitinhonha” do Cedefes (Centro de Documentação Eloy Ferreira da Silva) e apoio da OI Futuro através do Projeto Agentes Quilombolas Socioambientais, já começa a apresentar os primeiros frutos.
Dois turistas do Estado do Rio de Janeiro estiveram no município através das informações do projeto e orientações da turismóloga Luciana Priscila para apreciarem um pouco da hospitalidade, da cultura, do artesanato e da culinária chapadense. 
O senhor Ronaldo e a senhora Sandra estiveram no distrito de Santa Rita do Araçuaí entre os dias 31 de Dezembro e 1º de Janeiro de 2016 acompanhando a tradicional “Folia de Reis-Mestre Chato”, e em seguida no dia 02 de Janeiro vieram para Chapada do Norte MG e tiveram como primeira parada a residência do senhor Olímpio Soares Rodrigues, Vice Presidente da Irmandade do Rosário, que além de uma boa prosa, os guiou na visita ás Igrejas da Matriz e do Senhor Bom Jesus, além de apreciarem os casarios que compõe o entorno patrimonial da cidade.
Já na Igreja de Nossa Senhora do Rosário foram recebidos pelo atual presidente da Irmandade do Rosário, Maurício Costa, que falou um pouco sobre a Festa de Nossa Senhora do Rosário e da Irmandade chapadense. Também receberam um exemplar do “Caderno de Registro da Festa do Rosário de Chapada do Norte MG como Patrimônio Imaterial do Estado de Minas Gerais”.
Ainda na sede fizeram uma visita á loja “Casa São José” de artesanato do senhor conhecido como Zé do Ponto, que fica situada ao lado da igreja dos irmãos do Rosário.
A dupla foi almoçar na comunidade do Macuco, para prestigiar a culinária local.

Obs: No dia 03 de Janeiro Maurício Costa foi procurado por um casal de Brasília (um deles funcionário do INCRA) pedindo informações sobre a origem do município de Chapada do Norte MG, sobre cultura e artesanato. Segundo informações da professora Flávia Augusta que conversou com o casal por duas vezes, eles relataram encanto com a cidade, afirmaram a professora que fizeram compras na loja de artesanato do Zé do Ponto, visitaram as igrejas e foram embora pensando em retornar na tradicional Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.






Fotos: Maurício Costa