20 de setembro de 2019

MORRE PRECOCEMENTE AOS 30 ANOS DE IDADE ALESSANDRO BORGES DE ARAÚJO (O ALÊ DO ROSÁRIO) CAPITÃO DA CONGADA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DOS QUILOMBOLAS, DIRETOR DE CULTURA DAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DE MINAS GERAIS - N'GOLO, COORDENADOR MUNICIPAL DE CULTURA EM BERILO, FOLCLORISTA, ATIVISTA CULTURAL, PERCUSSIONISTA, CANTADOR, BENZEDOR...

Morreu por complicações com problemas renais na madrugada de 20 de Setembro de 2019 em Teófilo Otoni, o berilense Alessandro Borges de Araújo conhecido como Alê do Rosário. Alessandro atualmente era o Capitão da Congada de Nossa Senhora do Rosário dos Quilombolas, Coordenador Municipal de Cultura do município de Berilo, Diretor de Cultura da Federação das Comunidades Quilombolas do Estado de Minas Gerais-N’Golo, Contra Mestre da Folia de Reis, Puxador do grupo cultural do Batuque Cultura Viva Berilo, fundador da Coquivale e um dos criadores dos Roteiros Turísticos da Rota dos Quilombos. Estava cursando graduação em História em Araçuaí . Deixa 04 filhos e um enorme legado de luta em prol da cultura, das comunidades quilombolas, na musicalidade regional e na arte do Vale do Jequitinhonha e do Estado de Minas Gerais.
Nas primeiras horas da manhã da Sexta Feira dia 20 de Setembro de 2019 assim que a notícia da sua partida foi divulgada a rede social Facebook e os grupos e status do aplicativo WhatsAPP foram tomados por uma enxurrada de homenagens, lembranças, fotografias e vídeos de civis, políticos, artistas, ONGs, entidades, federações, instituições...e, em todos ressaltando Alessandro como grande homem, guerreiro, amigo, mestre, professor, incentivador, idealizador, sonhador...Ao mesmo tempo que sua partida precoce era lamentada, sua vida era enaltecida paralelamente com o desejo que seus ensinamentos e conquistas sejam continuados daquele momento em diante.
Alessandro nasceu na comunidade quilombola de Cruzeiro em Berilo em 09 de Novembro de 1988. E desde os 15 anos de idade acompanhava as manifestações culturais de Berilo e ao perceber que o Congado estava se enfraquecendo fez um levantamento dos cantos e ritmos e se juntou aos congadeiros. Tornou-se uma liderança local na luta quilombola pela permanência nos territórios do Médio Jequitinhonha. Ele acreditava que a cultura era forte o suficiente para trazer visibilidade para as demandas sociais de sua região no semiárido mineiro. Também foi gari em Berilo. E entre os seus muitos legados na Cultura está o Memorial da Cultura Berilense exposto no Casarão Domingos de Abreu Vieira, tombado pelo patrimônio material do Estado de Minas Gerais.
Os Congados de Nossa Senhora do Rosário de Chapada do Norte, de São Benedito em Minas Novas e o de Nossa Senhora do Rosário dos Quilombolas de Berilo desenvolveram uma parceria de se apresentarem em conjunto em seus municípios e em outras cidades fortalecendo a rica cultura dos congadeiros.
Alessandro era um grande colaborador da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte e há anos participava ativamente da Festa de Nossa Senhora do Rosário com a Congada Berilense. Geralmente chegava na Quinta Feira de Angu e permanecia até a Segunda Feira da Posse. No Youtube é possível assistir sua participação em momentos como a Lavação da Igreja, Benção e distribuição do Angu, Buscada da Santa no Córrego do Rosário, Procissão Coroação e Reinado e na Subida e Descida do Reinado. Link dos vídeos da Congada de Nossa Senhora do Rosário de Chapada do Norte e Congada Nossa Senhora do Rosário dos Quilombolas de Berilo:
https://youtu.be/C27rAHe368I
Em 15 de Setembro de 2015 os saudosos Alê do Rosário e Antônio Cornélio respectivamente do Congada de Berilo e do Congado de Chapada do Norte e seus companheiros participaram da Novena de Nossa Senhora Aparecida em Tocoiós de Minas junto com o Coral Santo Rosário e Terço dos Homens de Chapada do Norte. E a voz do cantador Alê do Rosário pode ser apreciada no vídeo do seguinte link:  https://youtu.be/FxRs0MBNGYk
Os congados de Nossa Senhora do Rosário de Chapada do Norte, de São Benedito de Minas, de Nossa Senhora do Rosário dos Quilombolas de Berilo, amigos e familiares prestaram emocionantes homenagens durante o sepultamento do Alê do Rosário, como pode ser visto nos vídeos da Anelice Sales:



Alessandro foi um grande amante, incentivador da cultura, dono de uma linda voz, muito atuante, alegre, prestativo...Um mestre!
Fotos do perfil no Facebook do Alê do Rosário:





































Nenhum comentário:

Postar um comentário