Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça. Ou quase isso...

Parafraseando Glauber Rocha:"Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça". Ou quase isso.../Desde Fevereiro de 2015.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

MOVIMENTO FILHOS DO VALE REIVINDICA PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA NO TRECHO DA RODOVIA FEDERAL BR 367 ENTRE MINAS NOVAS, CHAPADA DO NORTE, BERILO E VIRGEM DA LAPA NO VALE DO JEQUITINHONHA EM MINAS GERAIS

Aconteceu na manhã de 24 de Fevereiro de 2017 no Salão do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Chapada do Norte MG no Vale do Jequitinhonha a reunião do “Movimento Filhos do Vale” criado com o objetivo de desenvolver ações em prol da pavimentação asfáltica do trecho da Rodovia Federal BR 367 que liga as cidades de Minas Novas, Chapada do Norte, Berilo e Virgem da Lapa. O trecho citado abrange aproximadamente 60 quilômetros de estrada de terra, esburacada, com pedregulhos que causam dificuldades e prejuízos aos motoristas que transitam pelas cidades já citada que se agravam em períodos chuvosos pela lama e pelo fato de ficarem intransitáveis. A sociedade civil das cidades “esquecidas” resolveu retomar as ações após a divulgação no dia 02 de Fevereiro que foi liberado pelo governo federal uma verba para pavimentação do asfalto do lote da BR 367 que compreende as cidades de Almenara, Jacinto e Salto da Divisa e o trecho Chapada do Norte, Minas Novas, Berilo e Virgem da Lapa não foi mais uma vez contemplada.
     O movimento possui um grupo no aplicativo WhatsAPP que discute temas sobre o Vale e nestes dias logo atingiu o limite de 250 participantes; e durante alguns dias os membros foram discutindo ações á serem realizadas em prol da pavimentação da BR e posteriormente foi criado na rede social Facebook o grupo Filhos do Vale que em poucos dias ultrapassou o número de três mil membros. Ambos os espaços foram usados para elaborar as propostas do movimento e desenvolver a interação entre os cidadãos da sociedade civil que há décadas compartilham do mesmo sonho: o asfalto do trecho já citado.
      O evento contou com a presença e cobertura das rádios Aranãs de Capelinha, Bonsucesso de Minas Novas e TV Araçuaí que realizaram entrevistas e matérias no local do encontro. Os organizadores também afirmaram que a Rádio Itatiaia estava cobrindo o ato manifesto.
     Adailton Rodrigues e Nilton Barbosa de Chapada do Norte e Íris de Berilo, que estão entre os coordenadores do movimento fizeram as explanações sobre as ações já realizadas e as previamente levantadas nos grupos para que o público presente pudesse decidir sobre as próximas ações; entre elas reuniões com DNIT, gravação de vídeos e fotos sobre a BR 367, solicitar posteriormente adesão dos deputados votados na região ao movimento, agendar uma reuniões com os prefeitos das cidades prejudicadas, realizar uma manifestação pacífica em frente à Assembleia e petição pública online para envolvimento de moradores de outros municípios. Há também a intenção de envolver chapadenses, minasnovenses, berilenses e virgolapenses que residem em Belo Horizonte em um grande movimento em prol do asfalto da BR 367. O locutor Jailson Pereira sugeriu maior envolvimento dos caminhoneiros e dos arcebispos no movimento. Ainda foi sugerida uma ação civil pública.
         Uma comissão com quatro titulares e quatro suplentes de cada uma das quatro cidades foi formada para conduzir os próximos trabalhos.
        O professor Aécio Miranda, Sineval Aguilar, João Henrique Machado, Vânia Fernandes, Dr. Cláudio de Berilo usaram o espaço livre para observações muito pertinentes sobre o tema central do encontro.
      O movimento seguiu com uma carreata pelas ruas chapadenses até o local denominado como “Buriti” entre Chapada do Norte e Minas Novas. A Polícia Militar esteve presente auxiliando no movimento.
     Foi solicitada uma contribuição opcional no valor de R$15,00 (Quinze Reais) para custear despesas como os adesivos autocolantes confeccionados para a ocasião. A quantia está sendo entregue para Maurício Santana. A professora Maria Aparecida Evangelista secretariou o encontro.

     Os organizadores agradeceram aos moradores locais e visitantes que participaram do movimento e afirmaram que estarão divulgando as próximas ações nos meios de comunicação de massa.
Fotos: Maurício Costa