Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça. Ou quase isso...

Parafraseando Glauber Rocha:"Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça". Ou quase isso.../Desde Fevereiro de 2015.

terça-feira, 24 de maio de 2016

PROFESSORES CHAPADENSES BUSCAM A APROVAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA, ASSISTÊNCIA JURÍDICA E A CRIAÇÃO DE UMA ASSOCIAÇÃO DA CLASSE

Os professores da rede municipal de ensino de Chapada do Norte MG que residem na sede reuniram-se na noite de 19 de Maio de 2016 no salão do Pólo para conversarem á respeito dos últimos encaminhamentos sobre as reivindicações feitas pela classe no encontro anterior realizado no dia 29 de Abril.
No encontro a representante da sede na Comissão dos Professores, Elem Neiva, começou dizendo que conforme conhecimento dos presentes a Câmara de Vereadores aprovou o aumento de 8% no salário dos docentes, frustrando a classe que pleiteava um aumento de 11,36%. E que o valor foi votado por unanimidade.  Elem também afirmou que no dia da seção os vereadores explicaram em suas falas que anteriormente á plenária, a prefeitura enviou um estudo á Câmara provando por cálculos que não teria recursos financeiros para sustentar o salário reivindicado e que tal fato deixaria as contas em situação muito difícil com o decorrer do tempo.
O vereador Valdemir Soares compareceu á reunião (embora nenhuma autoridade municipal tenha sido convidada; uma vez que o objetivo era uma conversa somente entre professores) e explicou aos presentes que ficou sabendo da reunião e sentiu a vontade de fazer esclarecimentos que considerava necessários: o vereador explicou que nem sempre quando ocorre uma votação por unanimidade na Câmara significa que os vereadores estão de pleno acordo com o resultado e que neste caso eles tinham duas opções; votar o projeto nos moldes que receberam ou então retorná-lo ao executivo. E neste caso a opção foi votar o aumento aprovado. 
Valdemir frisou algumas vezes que eles não possuem autonomia para aumentar o valor do projeto de aumento que receberam do  executivo. Agradeceu a atenção e afirmou ser um defensor dos direitos da classe e que assim pretende continuar sendo.
Elem explicou também que ela, Ivo e Vanderléia, todos integrantes da comissão, estiveram reunidos com representantes dos setores de finanças, controle interno, educação e jurídico para juntos negociarem a aprovação do plano de carreira municipal dos professores. 
E deste encontro ficou apalavrado que o secretário de educação Dailson Torres irá via secretaria contratar uma empresa para readequar o plano de carreira que é o do ano de 2010 e necessita ser atualizado.
Durante o encontro no Pólo os professores discutiram outros pontos que consideram relevantes para valorização do profissional, como também para melhoria das condições pedagógicas que favoreçam o ensino e sua qualidade.
Na seqüência Elem Neiva apresentou aos professores um modelo de um estatuto para uma possível criação de uma associação da classe. Os docentes em grupos fizeram uma leitura do texto e foram discutindo o passo á passo. O grupo mostrou-se muito motivado com a idéia de criar uma associação e de ter um advogado que defenda os seus interesses.
Nesta reunião no Pólo os professores também conversaram sobre agendar uma reunião com os dois prováveis candidatos á prefeito do município chapadense para explicar que há um trabalho em curso visando aprovar o plano de carreira ainda em 2016; mas caso isso não ocorra os professores querem deixar acertado que o futuro prefeito irá consolidar a aprovação do plano e colocá-lo em prática.
 Pretendem cobrar também que o futuro prefeito tenha na sua linha de frente a educação como uma das principais prioridades da  gestão.
Os outros representantes da Comissão dos Professores também realizaram reuniões nos pólos onde moram e em breve a comissão irá reunir-se novamente para fazer um condensado dos encontros e elaborar o próximo passo até que uma nova reunião seja convocada.



Fotos: Maurício Costa