Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça. Ou quase isso...

Parafraseando Glauber Rocha:"Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça". Ou quase isso.../Desde Fevereiro de 2015.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

IRMANDADE DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO E PREFEITURA MUNICIPAL DISCUTEM AÇÕES VISANDO A FESTA DE OUTUBRO EM CHAPADA DO NORTE MG

Na tarde do Domingo 06 de Setembro de 2015 integrantes da Irmandade da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte MG estiveram reunidos na Igreja do Rosário entre 14 e 17 horas para discutir ações em prol da Festa do Rosário do corrente ano. Foi entregue antecipadamente um ofício ao prefeito municipal Ronaldo Lourenço Santana convidando-o para participar deste encontro. Mas compromissos já agendados o impediram de comparecer. Mas dois secretários Elzito Carvalho (Contabilidade) e Davi Soares (Controle Interno) á pedido do prefeito estiveram presentes na reunião representando o poder público.  O objetivo da Irmandade era trazer a prefeitura para a reunião e criar mecanismos para que a parte religiosa e cultural da festa aconteça em harmonia com a parte social, sem causar prejuízos ao trabalho desenvolvidos pelos festeiros neste espaço de mais de 01 ano de organização.  
    A pauta inicial da reunião foi exatamente com os dois representantes do poder público que ouviram atentamente as observações feitas pelos irmãos e também expuseram seus pontos de vista sobre as questões levantadas.  A conversa fluiu de forma muito amigável por ambas as partes e todos saíram com o intuito de colocar as discussões em prática visando o melhor para a festa do rosário chapadense.  
   Entre as reivindicações dos irmãos estavam:
*Que o local onde acontece a encenação entre Mouros e Cristãos no Mastro a Cavalo seja irrigado com antecedência evitando excesso de poeira prejudicial ao público presente no Sábado à noite;
*Que a Igreja do Rosário receba os reparos (entre eles a pintura) necessários para as Novenas e Missas da Festa;
*Que um carro pipa seja disponibilizado para plantão na hora do Mastro a Cavalo no Sábado, considerando o tempo seco e a girândola ao final da encenação.
*Os irmãos do Rosário também pediram que a prioridade de disponibilização de ruas fosse sempre favorável aos festeiros que necessitam delas para armar a barraca dos leilões, além de movimentar em casas onde guardam lenhas, quitandas e caixas d’água.
*Outra exigência dos irmãos é que a Rua João Luíz Rodrigues Soares fique liberada para retorno da procissão realizada no Domingo á tarde, evitando que seja necessário fazer o percurso na Praça Padre José Maria do Sacramento (Praça da Matriz) onde normalmente neste horário são realizados churrascos, sonorização, que vão à contramão de um evento religioso.
*Outro pedido que a sonorização do palco situado na Praça da Matriz seja desligada antes da saída da Procissão na Igreja do Rosário, respeitando este momento religioso da Festa.
* Os irmãos também pediram aos representantes do poder público que os shows noturnos só comecem após o término dos eventos religiosos e culturais da Festa.
*Também foi solicitado que os vendedores ambulantes sejam instalados em pontos que não prejudiquem os reis e os eventos tradicionais da festa.
*Organização do trânsito, apoio da polícia militar, foram alguns dos outros temas que nortearam a conversa entre Irmandade e Poder Público.
Depois que os representes do poder público despediram-se dos presentes, afirmando não medir esforços para cumprir as propostas, a reunião continuou.

Os irmãos conversaram sobre algumas atividades que aconteceram recentemente. Por exemplo, a reunião com o padre Victor Hugo Nascimento discutindo a parte religiosa da festa (Novenas, Missas...) e sobre aquisições de peças litúrgicas que a Irmandade deve fazer para a Igreja do Rosário. A reunião ocorreu durante mais de três horas, mas todos saíram da igreja com a sensação de um encontro proveitoso.







Fotos: Maurício Costa