Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça. Ou quase isso...

Parafraseando Glauber Rocha:"Uma câmera na mão e um breve conhecimento na cabeça". Ou quase isso.../Desde Fevereiro de 2015.

quinta-feira, 23 de julho de 2015

LAVAÇÃO DA IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO NA FESTA DO ROSÁRIO EM CHAPADA DO NORTE MG

N o 7º dia de realização da Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte MG, uma Quinta Feira, começa logo pela manhã os preparativos de mais um dos momentos da Festa do Rosário. É a “Lavação da Igreja”. Pessoas simples de comunidades chapadenses, integrantes da Congada de Nossa Senhora do Rosário, pessoas da sede, entre outras vão até a casa da rainha e tomam o café servido e em seguida passam na casa do rei onde também são recebidos com quitandas e café. Na casa da raunha e do rei elas pegam as coroas e os cetros.Esse trajeto é feito na companhia da Congada e do tocador da caixa. Em seguida vão para o Rio Capivarí e no caminho vão rezando e cantando. Antigamente traziam baldes com água para realmente realizar a lavação da igreja, jogando água em suas dependências, esfregando,lavando e cuidando da limpeza geral. Após a restauração feita na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, essa lavação passou a ser simbólica, para prevenir a proliferação de cupins que causam grandes estragos nas madeiras da igreja. Atualmente ao retornar do rio, as pessoas fazem a limpeza nos lustres, castiçais, imagens, mesas, cadeiras, e outros objetos, usando produtos como limpa móveis e pano úmido.  Antes do início dos trabalhos há o momento de orações rogando a Nossa Senhora do Rosário que a atividade do dia seja realizada com sucesso. Também retiram teias de aranha, restos fecais de pássaros, poeira, sujeiras das paredes e do telhado da igreja. As mulheres varrem ao redor da igreja, deixando-a limpa e mais bonita para continuidade dos eventos religiosos como novenas e missas dentro da Festa de Nossa Senhora do Rosário. Tanto o rei como a rainha enviam aos trabalhadores na Igreja do Rosário, quitandas, refrigerantes e garrafas de café para lancharem. A Secretaria Municipal de Esporte, Lazer, Cultura e Turismo têm arcado com o almoço destas pessoas que passam a manhã e à tarde de Quinta Feira na Igreja do Rosário. A mesma secretaria também articula com o secretário de transportes os veículos que irão à zona rural buscar as pessoas que todo ano participam da lavação e que aquelas que eventualmente queiram participar pela primeira vez. A partir das 16 horas todas estas pessoas juntam-se aos Tamborzeiros do Rosário e dirigem-se com a população para a residência da rainha onde acontecerá a Bênção e a Distribuição do Angú. É uma aglomeração de pessoas em direção da casa da rainha para aquele que é um dos momentos mais aguardados pelo povo.
















































Fotos: Maurício Costa